Desde 1907, nosso objetivo maior tem sido cumprir o propósito para o qual Deus chamou a cada cristão: “Ide por todo mundo, pregai o evangelho a toda criatura. (Marcos 16.15). As formas para atender ao chamado do Pai têm mudado conforme a época, de acordo com as necessidades humanas, o avanço da tecnologia e tantos outras variáveis. A força que nos move, no entanto, permanece ao longo dos tempos: o amor em servir a Deus. 

Com os olhos atentos ao desenvolvimento humano, mobilizamos pessoas a fim de que possamos levar aos cinco continentes ações nas áreas de educação, saúde, cuidado, plantação de igrejas, capelania, entre outras que se mostram como meios de apresentação da salvação em Cristo. Hoje temos mais de 2.000 missionários em cerca de 85 países, segundo dados do relatório do primeiro semestre de 2020. Juntos, eles desenvolvem projetos que são sustentados com as ofertas dos mais de 20 mil participantes ativos do PAM – Programa de Adoção Missionária. Por todo o mundo também contamos com uma infinidade de pessoas que sustentam esta obra através de suas orações. Elas fazem  parte do PIM -- Programa de Intercessão Missionária. 

Países não alcançados

Segundo a publicação Global Status of Evangelical Christianity (GSEC), emitida pela International Mission Board – IMB, de março de 2020, há 11.729 grupos étnicos identificados no mundo, o que equivale uma população de 7,6 bilhões de pessoas. Ao analisar o objetivo de Missões Mundiais, é possível verificar que há 7.076 povos étnicos identificados como Povos Não Alcançados (PNAs), que representam uma população de 4,5 bilhões de pessoas, ou seja, os PNAs somam 60,32% dos grupos étnicos identificados no mundo, e 59,21% da população referente a esses grupos.

As Igrejas Batistas Brasileiras, através de Missões Mundiais, estão presentes em 40,67% dos 230 países e territórios identificados pelo GSEC. Nesses países onde Missões Mundiais atua, há 4.592 grupos étnicos identificados como PNAs. Desses, 17,29% não têm a Escritura Sagrada completa publicada; 26,98% não têm o “Filme Jesus” em sua língua; 66,09% não têm transmissão de rádio cristã; 54,09% não têm a Escritura Sagrada em áudio; 65,4% não têm filmes cristãos produzidos. Desses 4.590 PNAs, em 46,99% não há liberdade religiosa ou há liberdade religiosa parcial; em 82,19% há restrições governamentais consideradas moderadas, altas e muito altas; em 82,77% há hostilidades sociais ao Evangelho consideradas moderadas, altas e muito altas; 55,29% têm níveis de ameaça ao povo brasileiro onde é orientado pelo governo brasileiro a viajar com alto grau de cautela, evitar viagens não essenciais e não viajar ao país.

Refugiados 

Hoje, existem cerca de 79,5 milhões de refugiados em todo o mundo, segundo dados mais recentes do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados. São pessoas que, diante da guerra, da miséria ou da repressão em seus países de origem, buscam em outra nação a esperança de uma vida digna. No entanto, o que muitos encontram é um dia a dia de exploração, distante do ideal de vida que sonharam para suas famílias. Isso quando as portas não são fechadas para eles. Queremos fazer a igreja de Cristo chegar até os refugiados com a mensagem de esperança por meio de ações práticas. Saiba mais!

 

Oferte para um de nossos projetos ou missionários através do Canal de Relacionamento.

Faça uma oferta única e rápida. Doe agora.