Ir e fazer discípulos é possível através de ofertas, orações e da mobilização. Mas a forma mais evidente de cumprir o chamado de Deus é seguindo para o campo fisicamente. E você pode ir aos campos de Missões Mundiais como missionário efetivo, Radical ou voluntário. 

Voluntários Sem Fronteiras

Fazer parte do programa Voluntários Sem Fronteiras é usar seus dons e talentos para apoiar o trabalho missionário em um dos cerca de 80 países onde Missões Mundiais se faz presente. Você pode viajar sozinho, ou com um grupo de irmãos de sua igreja. Além disso, frequentemente, Missões Mundiais organiza caravanas que impactam nações com atividades nas áreas de educação, saúde, capelania, desenvolvimento comunitário, esportes, recreação, entre outras.
Para mais informações, escreva para: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

Radical

Desde 2003, o programa Radical tem se firmado como uma estratégia diferenciada para se fazer missões. Trata-se de um novo paradigma missionário, que tem como objetivo enviar jovens evangélicos para atuarem em diferentes regiões do mundo, especialmente entre os povos não alcançados, sinalizando o Reino de Deus através da proclamação e do serviço em favor da vida e da promoção da dignidade do homem, conforme os padrões estabelecidos por Deus. 

O programa tem hoje cinco projetos: Radical África, Radical Luso-Africano, Radical Haiti, Radical Latino-Americano e Radical Ásia. Eles são voltados para jovens com idade entre 18 e 30 anos, membro de uma igreja evangélica há pelo menos dois anos e escolaridade a partir do Ensino Médio. O tempo de projeto varia de 1 a 4 anos.
Para mais informações e inscrições, escreva para: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

Missionário

Missionários são pessoas a quem Deus vocaciona para a missão especial de evangelizar. São homens e mulheres qualificados espiritual, física, intelectual e emocionalmente, treinados para evangelizar fora do Brasil. Para ser enviado a um campo de Missões Mundiais, o missionário se apresenta e passa por um processo de seleção e treinamento, que o qualifica para o trabalho em outra cultura. Após a avaliação (física e psicológica) e as entrevistas, se aprovado pelo Comitê de Missões do Conselho Geral da CBB, deve complementar seu sustento financeiro junto às igrejas batistas do Brasil para ser enviado ao campo missionário.

Os missionários que vão trabalhar em outras culturas precisam estar preparados para atuar em diversos ministérios. Além de evangelizar, discipular, plantar igrejas, ensinar em seminários, visitar lares, muitos desenvolvem seu trabalho através de capelania em hospitais e presídios, prestam atendimento médico, odontológico e de enfermagem, realizam multiministério, ensinam em escolas, desenvolvem projetos esportivos e sociais. O propósito é o surgimento de igrejas fortes, que se sustentem e se propaguem na comunidade, na cidade, no país e no mundo.
Para mais informações e inscrições, escreva para: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.