A liberdade de religião e de culto é considerada inviolável pela Constituição de São Tomé e Príncipe, e os cidadãos podem exercer esse direito abertamente sem encontrar muitos problemas. O catolicismo, herança do colonizador português, é a religião mais seguida em São Tomé e Príncipe, segundo dados oficiais, mas crenças tradicionais e o sincretismo são muito presentes na cultura do país.

São Tomé e Príncipe é uma ex-colônia de Portugal. A pequena nação é formada por duas ilhas principais situadas no Golfo da Guiné e a cerca de 300 quilômetros da costa da África continental. Tem apenas cerca de 200 mil habitantes e é também o menor país de língua portuguesa.

 

Adote este campo missionário.

Seja um voluntário neste campo.