Terra de não alcançados

13 de novembro de 2017

Missões Mundiais planeja para o ano de 2020 a implantação de uma igreja em cada distrito e subdistrito da Tailândia. No país, há mais de 70 grupos étnicos não alcançados pelo Evangelho.mat_terra-de-não-alcançados

O missionário Jibril Naseef, que atua na região, conta um pouco da cultura e os desafios encontrados por lá:

A Tailândia nunca foi colonizada por nenhum país ocidental. O país vive em uma monarquia constitucional desde 1932.

O povo segue um budismo popular, que é uma mistura de rituais para que os espíritos fiquem satisfeitos. Esse budismo é uma espécie de junção de influências religiosas chinesas, indianas e folclóricas. O povo diz que ser tailandês é ser budista tamanha é a relação entre a cultura e a religião.

Existem cerca de 300 mil monges na Tailândia. As estatísticas mostram que 1,5% da população são de cristãos, sendo 0,5% evangélicos e 8% muçulmanos, e os 90% fazem parte da população budista.
Em pelo menos 200 distritos e 5 mil subdistritos não existe trabalho cristão. A Convenção Batista da Tailândia lançou recentemente o departamento de missões para expandir o Evangelho na região. O alvo é plantar 300 igrejas e alcançar 50 mil pessoas até o ano de 2020.

Alguns desafios encontrados no país são questões relacionadas à saúde e à prostituição. A Tailândia tem sérios problemas de saúde pública, como hepatite, malária e HIV.

A questão da prostituição geralmente afeta as áreas rurais e mais pobres. Aproximadamente 500 mil pessoas estão na prostituição, muitas mulheres são obrigadas a vender seus corpos para sobrevivência da família. As oportunidades de educação e emprego para moças são limitadas. E uma boa parte das mulheres, não possui o mínimo de cuidados com a saúde, o que faz com que muitas doenças se espalhem pela região.

Peça a Deus pela criação de equipes de oração que irão delimitar as áreas para o trabalho através da adoração e intercessão. E ore também por todos os grupos de pessoas não alcançadas que vivem nesse país tão carente da Palavra de Deus.

colaboração Ana Jhuly Stellet

ADOTE ESTE MISSIONÁRIO


Comente o Artigo

O seu endereço de email não será publicado.