Orar para avançar

22 de agosto de 2018

Estive ocupada no primeiro semestre com muitas atividades nos projetos do curso de inglês, nos encontros com moças, nas aulas de futebol e outras formas de estreitarmos o relacionamento com a população local. Também tivemos a oportunidade de conhecer pessoas de outros países. Sou grata ao Pai que, mesmo em um país tão hostil ao Evangelho, tem nos permitido ser bênção em diferentes áreas.

Estou aprendendo muito com nossos irmãos de fé, como permanecer firme diante das ameaças. A cada semana sou surpreendida com uma nova restrição do governo. Minha fé e desejo em avançar e sinalizar o Reino cresce em razão do exemplo dos irmãos locais. Eles não recuam, mas avançam para testemunhar que vale a pena carregar a cruz por Cristo!

Por isso, peço a você, que é livre para adorar ao Senhor, que continue perseverando em suas orações e contribuições para que a Salvação continue chegando ao Sudeste Asiático. Sou testemunha do que o Espírito Santo tem feito aqui e sei que suas orações abrem os céus e fazem os milagres acontecerem. Não deixe de clamar por seus irmãos que, apesar das intensas restrições, estão de pé. Mantenha seus joelhos dobrados por eles!

A perseguição à igreja local é denunciada em sua maior parte pela pressão da própria população. Um pastor local nos contou que os oficiais de polícia local, da polícia de controle religioso e o líder do escritório de educação do distrito em que estão os projetos de idioma e esportivo vieram para conferir o certificado de funcionamento. Após algumas análises, eles mudaram as atividades esportivas e suspenderam o ensino da língua inglesa até recebermos o certificado adequado para a atividade. Além deste certificado de funcionamento, que custa um valor bastante alto e possui um processo demorado para obtenção, os professores também deverão apresentar certificados comprobatórios de ensino da língua. Pela fé, nosso líder iniciou os processos de obtenção do certificado.

Outro líder local contou que o projeto esportivo frequentado por adolescentes passou a ter uma oração de encerramento dos treinamentos. Alguns estão começando a caminhada de fé em Cristo. Com o surgimento e fortalecimento da seita conhecida como “Mother God” (Deus Mãe), o líder informou que um número menor de alunos passou a frequentar o projeto.

Ore pelos muitos irmãos locais que sofrem ameaças e perseguições, o que leva a comunidade a desconfiar dos projetos realizados. Entretanto, sabemos que o “trabalho” não é nosso, mas do Pai, e Ele tem sustentado, protegido e cuidado de cada detalhe. Ore também para que Deus guie e abra as portas para a obtenção do certificado. Entendemos que a peleja é grande, mas nada pode resistir ao Senhor soberano.

Que o Senhor, em sua riqueza e glória, supra cada uma de suas necessidades.

Giulia Mello
missionária no Sudeste da Ásia

ADOTE ESTE PROJETO MISSIONÁRIO


Comente o Artigo

O seu endereço de email não será publicado.