O. Médio: fazer a diferença ao próximo

23 de agosto de 2017

No Oriente Médio, a atenção a comunidades carentes está no foco de nossos missionários. É o que aconteceu no último mês, segundo relatam nossos missionários Marzuq e Sarah Marques, que estão desenvolvendo um projeto com estudantes do curso de Farmácia de uma universidade da região onde atuam. Através de caravanas com alunos e professores, outros cursos também podem participar como voluntários.

“Acabamos de realizar nossa primeira caravana. Trabalhamos em uma comunidade onde vivem pessoas que fugiram do Estado Islâmico. Nossa sugestão foi que todos os estudantes fossem convidados, independentemente da religião”, conta Marzuq.

Segundo o missionário, foi grande o número de alunos interessados em participar, inclusive muçulmanos e cristãos.

“Os alunos receberam alguns dias de treinamento, e depois seguimos para o trabalho no ônibus da universidade. Durante o treinamento, nos alegramos ouvindo uma aluna dizer que fazia cinco anos que eles esperavam uma oportunidade como aquela”, relata.

Marzuq diz que quase 200 pessoas de todas as idades receberam atendimento. Houve verificação de glicemia e pressão arterial, foram ministradas mat_oriente-medio_marzuq-marques_saudepalestras sobre diabetes, gravidez, entre outros assuntos sobre saúde.

“Foi realizado um workshop sobre preparação de xaropes caseiros para tosse, utilizando plantas medicinais da região. A comunidade estava bastante interessada e participou ativamente de todas as atividades”, destaca Marzuq.

O missionário afirma que, considerando a imensa necessidade da região, a universidade tem prestado pouco serviço à comunidade e que esse foi o primeiro projeto realizado pelo curso de Farmácia com esse objetivo.

“Ficamos felizes e agradecidos a Deus por esta oportunidade de servi-lo. Sinceramente, essa é a realização de um sonho! Os alunos e professores estão empolgados para as próximas caravanas, e não param de surgir novas ideias. Acreditamos que, por causa do que Deus é sobre a nossa vida, podemos fazer diferença demonstrando amor e misericórdia pelo próximo”, revela Marzuq. “Desejo compartilhar que temos responsabilidade social para com a comunidade a nossa volta e que podemos fazer a diferença através da nossa capacitação profissional. Creio que Deus se revela às pessoas também através das nossas atitudes”, conclui.

por Willy Rangel

ADOTE ESTE CASAL MISSIONÁRIO


Uma resposta para “O. Médio: fazer a diferença ao próximo”

  1. LIdia Rosária Faria Novellino disse:

    Gostaria de saber no site [email protected] se tem algum servico para evangelizar na igreja na italo. Sou cidada italiana evangélica da igreja metodista daqui de juiz de fora e gostaria de saber. Obrigada. Não consegui acessar o site

Comente o Artigo

O seu endereço de email não será publicado.