O ide até as crianças

11 de outubro de 2017

No período de descanso das missionárias Maria Lucinalva e Nely Soares, atuantes na Guiné Equatorial, a igreja na cidade de Bata entendeu como resposta de oração a ida da missionária voluntária Rebeca Batista da Silva ao campo.NelySoares(3)4PROFESSORES GUINÉ (2)

Rebeca teve uma calorosa recepção por parte da igreja que já orava por mais obreiros para somar ao ministério como cooperadores da obra de Deus.

“Há lugar para você na obra missionária. Ainda faltam obreiros na Guiné Equatorial. Continue a interceder e se disponha a dar um tempo de sua vida como voluntário para abençoar a obra”, incentiva a missionária Nely.

A voluntária tem ajudado no Centro Escolar Bom Samaritano, em Bata. A escola começou o ano letivo com mais de 200 crianças matriculadas, as quais têm sido alcançadas juntamente com suas famílias pelo amor e graça de Deus. A merenda é oferecida através dos recursos enviados por meio do PAM (Programa de Adoção Missionária). Muitas crianças só se alimentam uma vez por dia com o que é servido no Centro Escolar.NelySoares-guine

Os missionários e colaboradores da escola têm passado por uma grande luta devido à falta de energia elétrica no local. O governo prevê dois meses para resolver o problema. Nossos obreiros tiveram que adquirir urgentemente um gerador. Como consequência disso, falta água e tudo se torna um verdadeiro transtorno que afeta o bom andamento do trabalho.

Os gastos com compra de combustível aumentam os esforços físicos e uso adicional de tempo para buscar água. A escola sofre os reflexos e é preciso manter o gerador funcionando todas as manhãs, o que implica em mais recursos a serem investidos.

“Intensifique suas orações, porque esta é uma situação muito complicada ainda mais nesta época do ano que faz muito calor, com sensação térmica acima de 45°C”, pede Nely Soares.

colaboração Ana Jhuly Stellet
ADOTE ESTA MISSIONÁRIA



Uma resposta para “O ide até as crianças”

  1. Amarildo dos S. Dias disse:

    Paz no Senhor Irmãos!
    É muito triste vermos um quadro como esse, um País rico como o Brasil , e ainda tem crianças que só se alimenta quando vão para escola.

Comente o Artigo

O seu endereço de email não será publicado.