Formando missionários

27 de agosto de 2018

Apoiar vocacionados para que estes tornem-se missionários capazes de evangelizar seu próprio povo é um dos objetivos de Missões Mundiais no Sul da Ásia. Recentemente, um seminarista com a saúde debilitada e outros alunos que desejam ser missionários pediram ajuda ao casal missionário na região, Pr. Benjamin e Sarah Vilela

Há alguns dias, Sarah atendeu ao aluno do último ano do seminário que a procurou para contar que é portador de um problema grave congênito no coração e pedir tratamento.  Além de seminarista, o rapaz, de 29 anos, já está no ministério pastoral, é casado e tem um filho. Quando estava terminando a consulta, Sarah lhe parabenizou pelo ministério que tem exercido, então ele respondeu: “É pela graça de Deus que eu o faço”.  A missionária ficou muito emocionada com o rapaz.

“Tantas vezes damos tantas desculpas para não fazer algo para o Reino e para o próximo e temos tanta saúde! Que tenhamos disposição a cada dia de sermos bênçãos na vida das pessoas que estão ao nosso redor”, disse a missionária.

Em outro seminário, onde Benjamin ensina, os alunos precisam fazer um estágio no quarto ano de estudo. Uma das alunas pediu para conversar com nosso missionário e disse que desejava muito ser uma missionária. Rapidamente ele iniciou um aconselhamento e aos poucos foi esclarecendo o ofício da vocação. Depois de alguns meses, a aluna se formou e a época do estágio chegou. Benjamin conseguiu, com um ministério local, uma oportunidade para ela e mais outras duas alunas atuarem com meninas resgatadas das ruas. Hoje essa aluna deu seu primeiro passo na carreira que tanto desejou. Seu trabalho será de ensinar a Palavra de Deus nas casas e locais do projeto.

Outra experiência neste mesmo seminário surpreendeu nosso mat_formandomissionáriosmissionário. Um dos alunos do segundo ano estava organizando uma viagem missionária e pediu ajuda e orientações ao Pr. Benjamin, que prontamente se colocou à disposição. Ofertas surgiram e a graça bondosa do Pai permitiu que eles fossem a diferentes vilas e em lugares distantes da região para compartilhar sobre Jesus Cristo.

“A preciosa semente foi plantada em muitos locais e, mais uma vez, os aprendizes do curso puderem colocar em prática as lições e conhecimentos adquiridos. Aos poucos os conhecimentos são ensinados, o ofício da vocação é passado a diante e futuros líderes e missionários surgirão”, conta Benjamin.

colaboração: Ana Jhuly Stellet

ADOTE ESTE CASAL MISSIONÁRIO

 



Comente o Artigo

O seu endereço de email não será publicado.