Famílias mais próximas do Evangelho

16 de fevereiro de 2017

Sabemos que a Palavra de Deus jamais volta vazia, e nossos missionários em Portugal são testemunhas disso. Após as serenatas de Natal realizadas no fim do ano passado, a igreja em Portimão, sul do país, recebeu recentemente a visita de uma família que recebeu o grupo de jovens que ia às casas cantar músicas natalinas. Foi a primeira vez que a família completa esteve na igreja.

“As filhas já têm vindo mais vezes. Somos gratos a Deus por essa porta que se abriu, pois já orávamos por essa família e eu mesmo já tinha me encontrado com o senhor Joaquim para conversar”, diz o missionário Cesar Corsete. “Ore por essa família, pois cremos que em breve todos eles estarão convertidos e integrados ao corpo de Cristo”, pede.

Segundo Corsete, outra bênção dos últimos dias foi a possibilidade de realizar o primeiro estudo bíblico com o marido de uma irmã da igreja.

“Já temos orado muito pelos maridos não crentes, e o Senhor abriu essa porta. Foi o primeiro, mas cremos que não será o último, pois pedimos a Deus que toque no coração daquele homem para que deseje cada vez mais aprender da Palavra e que chegue a tomar uma decisão por Cristo”, conta Corsete.

O missionário destaca que o tradicionalismo é muito forte na sociedade lusa, o que está impedindo o marido dessa irmã de romper com a religião para entrar em um relacionamento com Cristo.

“Ore por ele e por muitos outros que estão na mesma condição”, diz. “Peça para que o Senhor frutifique o trabalho já realizado, que Deus toque nos corações endurecidos para com a pregação do Evangelho e por contatos evangelísticos, nas cidades de Portimão, Lagos e Silves”, conclui.

por Willy Rangel

ADOTE ESTE MISSIONÁRIO


3 respostas para “Famílias mais próximas do Evangelho”

  1. Paulo Edson Bezerra Lima disse:

    Vamos cola bora com missoes por assim voce esta ajudando a ganhar vida para Jesus l

  2. Wellington Cassimiro de Lucena & Família disse:

    Queridos missionários, meus irmãos a muito tempo tenho orado por vocês, não os conheço, mas Deus plantou em meu coração um amor por vocês que não consigo explicar, tenho muita vontade de fazer uma viagem missionária e sei que este dia está muito próximo.
    Tenho compartilhado isso com minha querida esposa Andrea, temos dois filhos o André, 20 anos, e nosso caçulinha o João Marcos, 13 anos, moramos em Brasília.
    Nós amamos vocês. Estou me aposentando em julho e em breve nos lançaremos até aí.
    Não esquecemos de vocês. Fiquem na paz de nosso Senhor Jesus Cristo.

Comente o Artigo

O seu endereço de email não será publicado.