De volta para casa

04 de julho de 2018.

Após um ano em Guiné-Bissau, na cidade de Bafatá, os quatro jovens da 5a. turma do projeto Radical Luso-Africano retornaram no dia 29 de junho ao Brasil. Antes de seguirem para suas IMG_8737respectivas casas, Larissa de S. Silva (22), Marília T. de Melo (25), Paloma de C. Silva (25) e Uelton S. M. Hackbardt (31) ficaram quatro dias em nossa sede, no Rio de Janeiro. Neste período, eles receberam o cuidado da equipe de Missões Mundiais, incluindo atendimento psicológico, a fim de que tenham uma boa readaptação ao Brasil, bem diferente à de Guiné-Bissau, e saibam direcionar sua vocação. Em todo o momento, eles foram acompanhados pela coordenadora do programa Radical, Ana Matosinho.

 

Um dos que conversaram com os Radicais foi o Pr. João Marcos Barreto Soares, diretor executivo de Missões Mundiais, que fez questão de deixar os jovens à vontade e orientá-los no que Deus tem preparado para eles de acordo com a vocação de cada um.

Os Radicais contaram sobre o período no campo, sob a coordenação dos missionários Fred e Elaine Ovando, relatando testemunhos sobre como Deus os usou para abençoar o povo guineense e o quanto foram abençoados por disponibilizarem seus dons e talentos a serviço do Reino, contando sempre com as igrejas que oraram e contribuíram para que pudessem colocar em prática este chamado.

IMG_8771Um dos fatos que permanece na memória e coração destes jovens foi o discipulado de uma menina muçulmana, que em um dos encontros se demonstrou interessada pela Palavra de Deus e perguntou à Larissa o que realmente Jesus havia feito por toda a humanidade. Larissa pôde explicar àquela criança o que o Filho de Deus fez através da Cruz, nos perdoando e nos trazendo salvação.

“A menina, que era muçulmana, aceitou Jesus Cristo em seu coração. Mesmo com 11 anos, ela tinha sede de aprender a Palavra. Pude ver como ela seguia para os estudos bíblicos tão feliz. E aprendeu rapidamente, respondendo sempre com alegria. Ela tem sede de Deus”, comentou Larissa.

Cada Radical traz consigo uma lembrança do campo que certamente edificará outras vidas aqui no Brasil. Em breve, eles visitarão igrejas para contar estes testemunhos, despertando novos vocacionados, intercessores e também pessoas que estejam dispostas a ofertar para o sustento de futuros participantes do programa Radical.

Agradeça a Deus pela vida destes jovens, pelos missionários que os receberam e por cada vida que eles alcançaram. Peça ao Pai para que a semente que plantaram em Guiné-Bissau, um país majoritariamente muçulmano e preso a crenças tradicionais, cresça e dê bons resultados para a honra e glória daquele que nos chamou para ser luz.

E se você deseja receber estes Radicais na sua igreja, escreva para promocao@jmm.org.br. Para ser um Radical, acesse mais informações aqui.

 

por Marcia Pinheiro

 

ADOTE O PROGRAMA RADICAL


Comente o Artigo

O seu endereço de email não será publicado.