Dia de Oração por Missões Mundiais

10 de março de 2016

Neste segundo domingo de março, Dia de Oração por Missões Mundiais, os batistas brasileiros estão convocados a dobrarem seus joelhos em intercessão pelo Irã, uma nação onde atualmente a igreja cresce mais rápido do que em qualquer outra época, apesar de enfrentar oposições. Por lá, muitos arriscam a própria vida por escolher andar com Cristo.

A República Islâmica do Irã, conhecida até 1935 como Pérsia, está localizada no Oriente Médio e, como seu próprio nome denuncia, é um país majoritariamente muçulmano (98,8% da população). Antes mesmo de se chamar Pérsia, o Irã era conhecido como Elam, nome de um dos ministérios parceiros da JMM que tem investido suas forças na evangelização dos iranianos. E um dos desafios mais urgentes desta parceria é a ação Joelhos Dobrados pelo Irã, cujo principal objetivo é o levantamento de ao menos 300 igrejas brasileiras para orar por cidades do Irã.

Há uma estimativa de que a igreja iraniana é a que mais cresce no mundo, um avanço de mais de 90% nos últimos anos. A oposição permanece, líderes cristãos são assassinados por causa de seus testemunhos. Seus martírios sinalizam a necessidade de orarmos pelo avanço do Evangelho neste país.

Participe deste Dia de Oração por Missões Mundiais formando uma grande vigília de oração pelo Irã. Em nosso relógio de oração, apresentamos 24 motivos, um para cada hora do dia.

Ore…

  1. Pela igreja sofredora no Irã. Peça a Deus que ela possa continuar a proclamar o Evangelho corajosamente apesar dos riscos.
  2. Por sabedoria e estratégias divinas para o envio de exemplares da Bíblia ao Irã.
  3. Por um grupo de 20 novos crentes iranianos que recebeu a Bíblia miraculosamente em apenas dois dias.
  4. Pela impressão de 30 mil exemplares da Bíblia em língua persa que serão impressas para crianças.
  5. Por oportunidades de evangelização de iranianos durante o ano novo persa, que será comemorado em 21 de março.
  6. Por pastores, evangelistas e plantadores de igrejas iranianos que estão sendo preparados pelo Ministério Elam, parceiro de Missões Mundiais.
  7. Pelas crentes iranianas, menosprezadas na sociedade de seu país. Elas precisam ouvir sobre o valor e dignidade que temos em Cristo.
  8. Pelos alunos que serão treinados em cursos intensivos de liderança pelo Ministério Elam este ano.
  9. Pelas pessoas que sofreram por causa de Cristo no Irã, onde seguir a Jesus pode custar a própria vida.
  10. Pelos prisioneiros iranianos com problemas de saúde e aos quais tem sido negado acesso a tratamento.
  11. Pelos crentes que estão detidos no Irã aguardando julgamento. Há cerca de 90 pessoas nessa condição naquele país.
  12. Por quem está se recuperando da perseguição, pois muito tempo após detenções, encarceramentos e abusos, a maioria passa por efeitos devastadores. Peça a Deus para que as feridas físicas e da alma dessas pessoas sejam curadas.
  13. Pelo pastor iraniano Farshid Fathi, liberado da prisão em dezembro de 2015. Ele atesta que, do cárcere, podia sentir as orações do povo de Deus por sua vida.
  14. Pelo pastor iraniano Said Abedini, liberado em janeiro de 2016 da prisão. Ele foi preso e condenado a oito anos por causa de seu ministério cristão, mas foi solto antes.
  15. Pelos perseguidores, para que aceitem a Cristo. Peça para que interrogadores, juízes e funcionários do regime iraniano tenham oportunidade de ouvir sobre o Evangelho.
  16. Pelos crentes que vivem isolados no Irã por causa da forte perseguição no país. Quando uma igreja no lar é descoberta, o pastor é preso.
  17. Pelo programa de TV que o Ministério Elam produz para dar aos cristãos e igrejas domésticas no Irã uma experiência de adoração semanal.
  18. Pela nova série infantil de TV do Ministério Elam. Como as famílias não têm acesso à Escola Bíblica Dominical, muitas crianças agora acreditam em Jesus por causa do programa.
  19. Por outros programas de TV. Ministérios como o Elam têm produzido conteúdo audiovisual de ensino bíblico, evangelístico e para mulheres. Para alguns iranianos, é o único ensino que recebem.
  20. Por pastores e evangelistas na internet, por aqueles que vêm à fé através da TV e pelas novas igrejas domésticas que nascem através dessa ferramenta de comunicação.
  21. Pelo acesso, por iranianos, a livros e recursos cristãos. Publicações em persa são ferramentas poderosas para equipar a igreja em crescimento. Peça a Deus por traduções.
  22. Por recursos de ensino para fortalecer as famílias cristãs iranianas, principalmente sobre casamento e discipulado.
  23. Pelos crentes iranianos que estudam por correspondência, pois essa modalidade de ensino exige disciplina.
  24. Pelos iranianos que chegam a outras nações. Maravilhosamente, muitos afegãos têm conhecido ao Senhor através do testemunho de iranianos, bem como turcos e árabes.

 

por Marcia Pinheiro



Comente o Artigo

O seu endereço de email não será publicado.